quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Repensando a prática do Pilates

Há alguns meses atrás assisti à uma palestra do meu querido professor de Biomecânica da graduação, Julio Cerca Serrão, sobre a biomecânica e atividades da moda, claro que o pilates era uma dessas atividades. Passados mais de sete anos sem ouvi-lo, pensei que fosse trazer algumas novidades, ainda que fosse uma pequena informação. Ao término da palestra me achei bipolar fui da tristeza à felicidade em segundos. Claro que nesse intervalo de sete anos houveram centenas de estudos, descobertas, mas no fundo nada mudou: prevalece o bom senso.


Agora eu pergunto: Pilates é bom?Tenho certeza que a resposta da maioria será: Claro que sim!Mas deveria ser: depende...
No excelente blog da Silvia Gomes, o texto Exercícios abdominais: repensando a prática (o título do meu post foi altamente influenciado pelo título dela!), trás uma pequena amostra do que estou falando, que de certa forma, vai ao encontro da palestra que assisti com meu professor.

Na palestra, o Julio Serrão apresenta o resultado de alguns exercícios do pilates que do ponto de vista da eficiência, do recrutamento muscular são inferiores à outros usualmente feitos na sala de musculação, mas que são apresentados como a melhor solução pelos profissionais que atuam com pilates. No texto da Silvia Gomes ela questiona a execução de alguns exercícios abdominais característicos do pilates. Diante dessas e outras informações semelhantes o que fazer? Jogar fora nossa certificação no método pilates?

A resposta está no final da palestra do meu professor. Exceção feita às bizarrices que algumas vezes vemos por aí, exercício bom é aquele que está adequado à quem está executando. Nem sempre o melhor exercício do ponto de vista biomecânico é o mais adequado.

Precisamos repensar a prática do pilates a medida que nos últimos anos ele foi colocado como a cura para todos os males, a melhor e mais eficiente atividade. Pilates é bom, sim, como uma série de outras atividades. E como uma série de outras atividades ele tem pontos positivos e negativos. O importante para o profissional que atua com pilates é entender que o pilates não é a última bolacha do pacote, o importante é entender que por trás daquele instrutor existe um Profissional de Educação Física ou um Fisioterapeuta com toda uma bagagem acadêmica que não pode ser esquecida.

3 comentários:

  1. Adorei a postagem Denise.
    Realmente precisamos estar antenados e não deixar nossa paixão pelo método impedir nosso crescimentos como promotores de saúde, achando que o pilates é tudo e basta.
    Feliz Ano Novo para vc! Sucesso!!!
    Ge Gurak
    www.trabalhandocompilates.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Bom dia

    Uma boa alimentação é fundamental para emagrecer.
    Há maus hábitos enraizados na maioria das pessoas.
    Mas com algumas regras básicas de boa nutrição é fácil.
    E sem passar fome.

    Gostei do vosso blog. Coloquei um link para ele no meu: http://personal-trainer-saude.blogspot.com

    Grande abraço
    TSC

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Muito interessante a sua postagem. Sou Fisioterapeuta, Instrutora de Pilates, e venho pensando nisso há um bom tempo.
    Leio diversas matérias que me passam a impressão de que basta o Pilates para tratar todos os males: desde cefaleia até Acidente Vascular Encefálico.
    E não é bem assim! Caso só um método resolvesse todos os problemas, não precisaríamos estudar por tanto tempo e aprender uma gama de opções para reabilitar.
    E acredito que a mesma ideia vale para os Educadores Físicos. Dependendo do objetivo de quem procura, talvez o Pilates não seja o mais indicado.
    Acho que ter o conhecimento e aprofundar-se no Pilates é super válido como uma opção a mais para cuidar da saúde do outro, mas o profissionalismo para saber identificar o tratamento mais eficaz para o que o cliente busca deve vir em primeiro lugar sempre.

    Parabéns por abordar um assunto de extrema importância.

    ResponderExcluir

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
Serão publicados aqueles que respeitarem as regras abaixo:


- Seu comentário precisa ter relação com post, pode ser uma crítica sugestão ou pergunta.
- Não faça propaganda de outros blogs ou sites

Aviso

+ Populares

Pesquisa personalizada

Hotwords

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails