quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Equipamentos: Cadillac

O Cadillac foi inspirado em camas hospitalares que Joseph Pilates encontrou nos campos de concentração durante a 1ª Guerra. Molas, alças, tiras de couro e outros materiais disponíveis foram usados para compor esse equipamento. O nome Cadillac foi escolhido  por se tratar de um equipamento grande, vistoso e bonito assim como o automóvel de mesmo nome que fazia muito sucesso na época.

Imagem: Método Pilates Condicionamento do Corpo - Um Programa para Toda a Vida



Atenção nas especificações para  adquirir um equipamento de qualidade.


1 - Revestimento:
O ideal é o Curvim Náutico por ser Lavável com maior durabilidade, que possibilita maior resistência à umidade (transpiração).
Outro tipo de revestimento que é utilizado é o EVA tipo exportação, adequando conforme atual exigência da Comunidade Européia.
Os aparelhos podem ser revestidos por cores para compor uma magnífica e agradável composição nos mais variados ambientes, possibilitando a valorização do ambiente de Pilates.

2 - Estrutura de madeira do Cadillac:
Assim como o Universal Reformer e a Wunda Chair, o Cadillac quando utilizado está em constante torção, se não for bem projetado e construído pode sofrer dilatações indesejadas, podendo ter rachaduras ou mesmo a quebra do aparelho. Importante fixar o aparelho ao chão para evitar o mesmo balançar ou virar na execução de exercícios avançados.

3 - Molas:
As molas estão disponíveis numa escala de resistência e comprimentos apropriados para a adequada prática do método Pilates. Elas são referidas como:
2 pares de molas longas:
1 par Azul = baixa densidade
1 par Vermelha = média densidade
1 pares de molas curtas:
1 par Preto = forte densidade

4 - Barra Torre:
Procurar optar pela barra torre confeccionada em aço inoxidável. Os sistemas que oferecem engate fácil facilitam ao profissional adequar as medidas de ajuste com maior facilidade, sem necessidade de ficar medindo o nível para fixação da barra, facilita o correto ajuste em diferentes alturas, o pivô pode ser ajustado na posição: Alto, médio, baixo. A barra torre pode ser utilizada com molas vindas de cima ou de baixo, para proporcionar o exercício desejado e obter melhores resultados na aplicabilidade do método.

5 - Barra flexível:
A Barra flexível também deverá ser confeccionada em aço inoxidável para evitar oxidação. Sistemas de engate click fácil, que pode ser facilmente ajustado pelo Instrutor de Pilates, sem necessidade de ficar medindo o nível para fixação da barra, facilitam o correto ajuste em diferentes alturas, o pivô pode ser ajustado em várias posições. A barra flexível pode ser utilizada com molas vindas de cima ou de baixo, para proporcionar o exercício desejado e obter melhores resultados na aplicabilidade do método.

6 - Trapézio flexível:
Fica conectado e desliza sobre a barra transversal superior, Nos aparelhos onde a barra torre é fixada pelo sistema de click fácil possibilita encaixes perfeitos para evitar que o profissional de Pilates fique perdendo tempo ajustando o nível da barra flexível, pode ser utilizado com a Mola: preta = forte

7 - Acessórios:
Alças de Pé: um par;
Alças de Mão:um par;
Alças de Lã (Fuzzies): para apoio dos pés quando o corpo estiver suspenso;
Alça comprida aberta ( trapézio flexível)
Bastão: com olhais 2 para conectar as molas (Ex:exercício Roll Back);
Bastão: com 4 olhais para conectar as molas do trapézio flexível;
Faixa de Segurança: para exercícios suspensos e
Cinto de segurança para prender a barra torre.

Fonte: ABPilates

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
Serão publicados aqueles que respeitarem as regras abaixo:


- Seu comentário precisa ter relação com post, pode ser uma crítica sugestão ou pergunta.
- Não faça propaganda de outros blogs ou sites

Aviso

+ Populares

Pesquisa personalizada

Hotwords

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails